Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha

MoodleConheça nossa fanpage Conheça nosso canal

free hd free online porn vidos videos. granny porn

Conheça os candidatos à Direção Executiva

14/11 2017
Institucional

Veja o perfil dos três candidatos.

Chapa 1 – Katia Rosane Miranda Maragno


- Natural de São Borja – 51 anos, residente em São Leopoldo (RS).
- Formação em Magistério em 1984.
- Ingressou na Liberato, via concurso, em 1990.
- Atuação, como secretaria da direção na Escola Técnica Estadual Frederico Guilherme Schmidt (São Leopoldo) por quatro anos, através do projeto piloto da Fundação Liberato.
- Início das atividades diretamente na Fundação Liberato em março de 1994, primeiramente na reprografia e em seguida no setor de Supervisão de Estágios (SUPE) onde trabalha até hoje.
- Entre 2005 e 2008, assumiu a chefia da Biblioteca da escola.
- Diretora, em duas gestões, do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Privado dos Vales do RS (Sintep Vales) de 95 a 98 e de 98 a 2001.
- Diretora da Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino do RS (Fetee-Sul) de 95 a 98 e 2001 a 2004.
- Membro da Comissão de Funcionários da Fundação Liberato em 2000, 2004 e 2005.
- Suplente de Delegada Sindical de 2011 a 2015.
- Membro da Comissão da Elaboração da Minuta do Regimento Escolar em 2002.
- Membro do Conselho Escolar em 2009.
- Participação em várias comissões centrais e subcomissões da Mostratec.
- Representante dos Funcionários da Fundação Liberato na comissão do Planejamento Estratégico em 2007 para o período 2008-2015.
- Formação em Gestão de Recursos Humanos no Centro Universitário Internacional Uninter em agosto de 2015.

Chapa 2 – Ramon Fernando Hans


- Formado em Eletrotécnica (Fundação Liberato).
- Engenharia Mecânica (Unisinos).
- Especialização em Medição Assistida por Computação (Tohoku National Institute, Sendai/Japão.;
- Mestrado em Engenharia Mecânica/Biomecânica (UFRGS).
- Formação Pedagógica de Docentes (UERGS).
- Ingressou na Fundação Liberato em 1985, tendo a partir de então exercido as seguintes funções:
- Auxiliar de Ensino no curso de Eletrotécnica, por concurso em 1985;
- Professor do curso de Mecânica, por concurso em 1989;
- Secretário Executivo em 1996;
- Diretor Administrativo em 1996;
- Coordenador do Curso Técnico de Mecânica em 1999;
- Diretor de Pesquisa em 2002;
- Secretário Executivo em 2012.

Chapa 3 – Emílio Dionísio Porto Diniz


- Torneiro Mecânico pelo Senai Lindolfo Collor.
- Técnico em Eletromecânica pelo Frederico Schmidt.
- Graduação Licenciatura plena em Mecânica pela Unisinos.
- Pós-graduação Especialista em Administração e Planejamento da Educação pela Ulbra.
- Pós-graduação Especialusta em Psicologia Transpessoal pela Unipaz.
- Mestrado em Engenharia de Energia Ambiente e Materiais pela Ulbra.
- Consultor Organizacional​, Auditor​ Institucional e Palestrante. 
- Trabalha na Fundação Liberato há 30 anos.
- Lecionou na rede pública do estado, na Escola Técnica Frederico Schmidt.
- Nas décadas de 70, 80, 90 foi fundador, articulador e dirigente de diversas organizações de trabalhadores, sindicatos, associações comunitárias, grupos ambientalistas e grêmio estudantil.
- Foi Presidente do Centro dos Professores.
- Foi Coordenador do SAE.
- Foi Coordenador do Curso de Mecânica.

Fonte: Material fornecido pelos candidatos.