Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha

MoodleConheça nossa fanpage Conheça nosso canal

CESP

CESP – Comitê de Ética e Segurança na Pesquisa
Comitê de Ética e Segurança na Pesquisa

Promovendo a Educação por Meio da Pesquisa!

Sala 1 / Biblioteca

INFORMAMOS QUE O CESP CONCLUIU SUAS ATIVIDADES NO PERÍODO DE 2019, E ENCONTRA-SE EM RECESSO ATÉ 18 DE FEVEREIRO DE 2020.

Ramal: 470
E-mail: cesp@liberato.com.br

Informações Gerais

(atualizado em 22/03/2019)

Os projetos de pesquisa desenvolvidos na Fundação Liberato devem obter aprovação ANTES DA EXECUÇÃO EXPERIMENTAL!

*Execução experimental: realização das etapas práticas da pesquisa (ensaios em laboratório, montagem de protótipo, aplicação de questionários e/ou entrevistas, degustações, etc).

Acesse aqui os objetivos e funções do CESP.

Resolução Nº 2281/17 - 06/12/17: Diretrizes para a Pesquisa na Instituição

Acesse aqui o texto completo.

Resolução Nº 2043/14 - 07/01/14: Criação do Comitê de Ética e Segurança da Pesquisa  

Acesse aqui o texto completo.

Acesso ao Cadastro on line do CESP

Para cadastrar seu projeto no CESP, o aluno necessita informar alguns dados iniciais:

  • Título do Projeto
  • Área de Pesquisa
  • Curso
  • Dados dos componentes do grupo (nomes dos integrantes, turma, e-mail)
  • Dados do orientador (nome, e-mail, formação)

PASSOS PARA O CADASTRO, SUBMISSÃO DO PLANO DE PESQUISA E POSTAGEM DOS FORMULÁRIOS

1. O cadastro on-line deve ser preenchido com dados do(s) aluno(s)/ orientador/ co-orientador (se trabalharem com co-orientador), título do projeto, etc.

Link para o cadastro:  aqui

Ao final deste cadastro será enviado para o email do aluno coordenador da pesquisa, os demais passos para finalização da submissão do Plano de Pesquisa ao CESP.

2. O número recebido como código identificador deverá ser utilizado sempre que for enviado email para o CESP ou para o revisor. Este código passa a identificar o grupo no processo de revisão, memorize-o ou anote-o, para futuras comunicações com o CESP.

3. Os formulários deverão ser preenchidos, assinados, digitalizados e salvos no formato pdf.

4. Caso os integrantes do grupo sejam de cursos diferentes, fazer o cadastro somente em um dos cursos.

5. O processo de revisão e a comunicação com o grupo, será realizado pelo revisor de cada curso por e-mail. ACOMPANHE SEMPRE O E-MAIL DO ALUNO COORDENADOR.

6. Se houver a necessidade de alteração do Plano de Pesquisa ou de dados do cadastro, após a aprovação, dirija-se ao CESP, para análise e orientação, junto com os documentos já aprovados.

Fluxograma de ações para o aluno pesquisador

  1. Discutir e elaborar, com a revisão do orientador, o seu Plano de Pesquisa;
  2. Preencher e obter as assinaturas previstas no Termo de Revisões e Autorizações de Segurança e Ética e demais formulários que sua pesquisa necessitar;
  3. Submeter seu Plano de Pesquisa à revisão do CESP, antes da experimentação da pesquisa;
  4. Acompanhar, no e-mail do aluno coordenador, o processo de revisão do seu plano, atendendo as solicitações realizadas pelos revisores até a aprovação final;
  5. Iniciar a execução experimental da pesquisa após obter aprovação do CESP, de acordo com o previsto no Plano e Pesquisa.
  6. Escrever no caderno de campo todas as atividades desenvolvidas durante a pesquisa;
  7. Redigir o Relatório de Pesquisa (apresentação final dos resultados) conforme o Manual para Elaboração de Trabalhos Científicos;
  8. Divulgar sua pesquisa submetendo-se a avaliação nos Cursos/Disciplinas/Feiras.

Plano de Pesquisa

A aplicação adequada da metodologia científica supõe que o processo de pesquisa possa ser organizado em três etapas principais: planejamento, execução e divulgação. O aluno pesquisador deve trabalhar desde o início com o acompanhamento de um orientador e dedicar um bom tempo ao planejamento de sua pesquisa. O planejamento ou proposta de pesquisa necessita ser apresentado através de um documento formal, denominado PLANO DE PESQUISA, no qual o aluno ou grupo expressa, de modo organizado e detalhado, o que pretende fazer, como será feito, com que materiais, ferramentas e procedimentos e quais cuidados de prevenção serão tomados em relação aos possíveis riscos envolvidos.

Sugestão de estrutura do plano de pesquisa

Acesse aqui todas as informações para elaboração do Plano de Pesquisa.

Orientações para pesquisa com seres humanos:

Todas as pesquisas envolvendo seres humanos, seja através de entrevistas, questionários on line ou não, teste com equipamentos/protótipos/software acompanhado de parecer, degustações, etc, (principalmente se envolverem grupos vulneráveis), devem descrever detalhadamente, na metodologia, qual e como será a colaboração da(s) pessoa(s) na sua pesquisa. Revisando sempre as normas e legislações que regulamentam esse tipo de investigação. 

  VULNERABILIDADE: Estado de pessoas ou grupos que, por quaisquer razões ou motivos, tenham a sua capacidade de autodeterminação reduzida ou impedida, ou de qualquer forma estejam impedidos de opor resistência, sobretudo no que se refere ao consentimento livre e esclarecido. (Resolução CNS 466/12).

  ANEXOS QUE ESSE TIPO DE PLANO DE PESQUISA PODE NECESSITAR, AVALIE COM SEU ORIENTADOR QUAL SE ENCAIXA EM SUA PESQUISA:

  • Cópia de modelos de questionários/ entrevistas/ testes com seres humanos;
  • Termo de consentimento livre e esclarecido (modelo que será proposto aos participantes da pesquisa);
  • Autorização para uso de imagem (modelo que será proposto aos participantes), se necessário;
  • Formulário 2 - Cientista Qualificado (quando for o caso).

   IMPORTANTE: O projeto deve ter um Cientista Qualificado sempre que envolver teste com grupos de vulneráveis (idosos, crianças, pessoas com deficiência). O CIENTITSTA QUALIFICADO DEVE ter fomação específica para ACOMPANHAR E/OU AUXILIAR OS ENSAIOS! Podem ser profissionais da área da saúde, tais como: fisioterapeuta, enfermeiro, psicólogo ou médico. Neste caso, o orientador NÃO pode ser o CQ, a menos que tenha formação na área da saúde!!

No caso deste tipo de pesquisa seu projeto será revisado por dois revisores de diferentes atuações: o revisor da área da saúde e o revisor da área técnica, respectivamente. Isso implica que você deverá incluir o cálculo de tempo necessário a essa revisão (no mínimo duas semanas para cada um, se seu planejamento estiver atendendo todas as normas e legislações necessárias, caso contrário pode levar mais tempo).

 

Formulários 

TODOS OS FORMULÁRIOS DEVEM SER DIGITADOS E ASSINADOS ANTES DA EXECUÇÃO EXPERIMENTAL DA PESQUISA*.

*Práticas de laboratório, montagens de protótipos, testes de equipamentos, questionários, entrevistas, degustações, etc.

 

a) Termo de Revisões e Autorizações de Segurança e Ética:

Utilizado em todos os planos de pesquisa elaborados na escola. É a segunda página do Plano de Pesquisa, como folha de assinaturas dos alunos, pais e/ou responsáveis, orientador e co-orientador.

         Acesse: Termo de revisões e autorizações de segurança e ética da pesquisa.

b) Formulário para Pesquisa em Instituição de Pesquisa ou Indústria (1C):

É necessário e preenchimento deste formulário sempre que a pesquisa for conduzida em uma instituição de pesquisa ou indústria. O preenchimento deve ser realizado pelo supervisor que acompanhou a pesquisa nestes locais APÓS  EXPERIMENTAÇÃO.

        Acesse: Formulário 1C

c) Formulário para Pesquisa em Instituição de Ensino (1D):

Utilizado para substituir o formulário 4 (Pesquisa com seres humanos) quando a pesquisa será conduzida em uma instituição de ensino e estiver relacionada com questões pedagógicas. Deve ser preenchido pelo SUPERVISOR ou ORIENTADOR EDUCACIONAL da Instituição envolvida na pesquisa. 

        Acesse: Formulário 1D

d) Formulário para Cientista Qualificado (2):

Necessário para projetos que envolvam substâncias controladas; agentes biológicos potencialmente perigosos, seres humanos e animais vertebrados. Deve ser assinado e aprovado pelo CESP ANTES DA EXECUÇÃO PRÁTICA.

   CIENTISTA QUALIFICADO (CQ) - Profissional que possui formação profissional científica específica relacionada à area de pesquisa do aluno. É recomendado que sejam profissionais com titulação (especialização, mestrado, doutorado) e/ou experiência comprovada, que esteja familiarizado com os regulamentos locais, estaduais e federais que regem a área de pesquisa do aluno. O CQ e o orientador podem ser a mesma pessoa, DESDE QUE POSSUA AS QUALIFICAÇÕES CITADAS ACIMA (Regras para a Pesquisa da MOSTRATEC, 2015).

       Acesse:  Formulário 2

e) Formulário para Avaliação de Risco (3):

Necessário para projetos que utilizem substâncias químicas, atividades ou equipamentos perigosos, ou ainda, substâncias controladas por lei. Este formulário deve vir acompanhado do formulário 2 - Cientista Qualificado que, neste caso, pode ser o orientador ou outro profissional ligado ao projeto. O FORMULÁRIO 3 DEVE SER PREENCHIDO PELO ALUNO JUNTO COM O CQ OU SUPERVISOR DESIGNADO (SD).

   SUPERVISOR DESIGNADO - Adulto responsável por acompanhar a execução do experimento. Não é necessário ter formação específica, mas deve estar familiarizado com o trabalho e estar treinado na área de pesquisa deste. O orientador pode atuar como SD.

         Acesse: Formulário 3

f) Formulário para Pesquisa com Animais Vertebrados (5A):

Necessário para toda pesquisa que envolva animais vertebrados que for conduzida em um local de pesquisa NÃO regulamentado. Obrigatório atender aos requisitos que constam no item 5.1 de "Regras para a Pesquisa da MOSTRATEC 2019".

         Acesse: Formulário 5A

g) Formulário para Pesquisa com Animais Vertebrados (5B):

Necessário para toda pesquisa que envolva animais vertebrados que for conduzida em uma Instituição de pesquisa regulamentada. É NECESSÁRIO A APROVAÇÃO DO CIUCA (COMITÊ INSTITUCIONAL PARA USO E CUIDADOS DE ANIMAIS) DA INSTITUIÇÃO, ANTES DA EXPERIMENTAÇÃO!

         Acesse: Formulário 5B

h) Formulário para Pesquisa com Agentes Biológicos Potencialmente Perigosos (6A):

É necessário para todas as pesquisas que envolvam microrganismos, DNA recombinante, tecidos, sangue e/ou fluidos corporais. Veja também o item 6.0 de "Regras para a Pesquisa da MOSTRATEC 2019".

         Acesse: Formulário 6A

i) Formulário para Pesquisa com Tecidos de Seres Humanos e Animais Vertebrados (6B):

É necessário para todos as pesquisas que utilizem tecidos recentes não secos, culturas celulares, sangue ou seus produtos e fluidos corporais. Se a pesquisa envolver organismos vivos, preencha os formulários apropriados de seres humanos ou animais vertebrados. TODOS OS PROJETOS ENVOLVENDO OS TECIDOS ACIMA DEVEM PREENCHER TAMBÉM O FORMULÁRIO 6A. Veja também item 6.5 de "Regras para a Pesquisa da MOSTRATEC 2019".

         Acesse: Formulário 6B

j) Formulário para Continuidade de Projetos (7):

Necessário sempre que a pesquisa for uma continuidade da pesquisa iniciada em anos anteriores, independente da participação em outras edições da FEICIT/MOSTRATEC. ESSE FORMULÁRIO DEVE ESTAR ACOMPANHADO DO PLANO DE PESQUISA APROVADO DO ANO ANTERIOR.

         Acesse: Formulário 7

 

Caderno de Campo

Acesse aqui as informações para o uso do caderno de campo

 

Fontes de Consulta

 

SOUZA, D.I; MÜLLER, E.M.; FRACASSI,M.A.T.; ROMEIRO, S.B.B. Manual de Orientações para Projetos de Pesquisa. Fundação Liberato, 2011.70p. 

 

Manual para Elaboração de Trabalhos Científicos (Polígrafo da Disciplina de Língua Portuguesa da Fundação Liberato). 

 

Regras para a Pesquisa da MOSTRATEC 2019

 

International Rules and Guidelines 2019 ISEF