Curso técnico de

Segurança do Trabalho

Sobre o curso

O Curso Técnico de Segurança do Trabalho objetiva oferecer aos alunos condições e oportunidades de aprendizagem necessárias para a formação do profissional ético e comprometido com o exercício da cidadania e para o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais, que o capacitarão ao atendimento das demandas da sociedade, caracterizadas por constantes transformações e por um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, nas áreas industrial, comercial e de prestação de serviços.

Objetivos específicos

  • Promover o desenvolvimento de uma cultura prevencionista não só no trabalho, mas na sociedade como um todo;
  • Oportunizar o desenvolvimento de agentes multiplicadores da consciência prevencionista em matéria de acidentes do trabalho e doenças relacionadas ao trabalho;
  • Aprimorar as competências pessoais e profissionais na perspectiva do mundo do trabalho e do sistema educativo;
  • Capacitar o técnico a aplicar seus conhecimentos e habilidades em novas atividades e novos contextos, abrindo perspectivas e ampliando as demandas de trabalho;
  • Permitir o desenvolvimento permanente das aptidões para a vida produtiva;
  • Promover a educação profissional integrada às diferentes formas de educação ao trabalho, à ciência e à tecnologia;
  • Empreender ações para transformação de um indivíduo capaz de exercer sua cidadania em plenitude, contribuindo para o alcance de uma sociedade mais justa e igualitária.

Pré-requisitos

Para ingresso no Curso Técnico de Segurança do Trabalho, o candidato deve apresentar conclusão do Ensino Médio.

Perfil do profissional

O Curso Técnico de Segurança do Trabalho visa a formar um profissional competente e apto a desenvolver suas atribuições legais compatíveis com a sua qualificação nos diversos setores da atividade produtiva. Tem como competência buscar e assimilar as constantes modificações que a ciência e a sociedade exigem, transformando-as em atitude gerencial, na observância de protocolos legais e inovadores. Desenvolve suas atividades na busca do conhecimento tecnológico e de recursos possíveis a sua aplicação, trabalhando como gestor de equipe, consciente de que sua ação visa à melhoria da qualidade de vida no todo e das relações.

Competências gerais

  • Atuar na educação para a saúde e segurança do trabalho;
  • Desenvolver a prevenção e proteção à saúde e segurança no trabalho;
  • Aplicar princípios de gestão na segurança do trabalho;
  • Identificar os determinantes e condicionantes do processo saúde-doença;
  • Realizar trabalho em equipe, correlacionando conhecimentos de várias disciplinas ou ciências, tendo em vista o caráter interdisciplinar da área;
  • Aplicar princípios e normas de higiene e saúde pessoal e ambiental;
  • Identificar e aplicar os princípios e normas de conservação de recursos não renováveis e de preservação do meio ambiente;
  • Aplicar princípios ergonômicos na realização do trabalho;
  • Interpretar e aplicar normas do exercício profissional e princípios éticos que regem a conduta do profissional de saúde;
  • Identificar e avaliar rotinas, protocolos de trabalho, instalações e equipamentos;
  • Operar equipamentos próprios do campo de atuação, zelando pela sua manutenção;
  • Registrar ocorrências e serviços prestados de acordo com exigências do campo de atuação;
  • Coletar e organizar dados relativos ao campo de atuação;
  • Utilizar recursos e ferramentas de informática específicos da área;
  • Realizar primeiros socorros em situações de emergência.

Competências específicas

  • Estabelecer relação entre o trabalho e a saúde do trabalhador e compreender as interfaces com o meio ambiente;
  • Identificar e relacionar os aspectos econômicos, sociais e tecnológicos que compõem os processos laborais e que interferem na qualidade de vida;
  • Desenvolver e viabilizar procedimentos técnicos e administrativos voltados para a elevação do nível da qualidade de vida;
  • Reconhecer e avaliar as convenções e cultura prevencionista do país;
  • Identificar e monitorar a proteção ativa existente na empresa e reconhecer as características da proteção ativa;
  • Dimensionar a quantidade necessária de unidades extintoras para instalação nos locais selecionados anteriormente;
  • Elaborar projeto de sinalização para identificação da proteção ativa;
  • Elaborar simulações e vivências práticas de combate a incêndio;
  • Planejar e executar programas e projetos de análises de riscos, estabelecendo metas, cronogramas, custos e procedimentos de avaliação;
  • Selecionar e processar as referências necessárias à elaboração de pareceres técnicos;
  • Classificar, selecionar e aplicar metodologias de análise de riscos;
  • Definir prioridades para os aspectos e impactos de Segurança e Saúde Ocupacional e Ambiental;
  • Identificar os riscos sob a ótica de probabilidade e consequências do mesmo;
  • Avaliar os impactos das tecnologias nos processos de produção, buscando reduzir os riscos oriundos dos novos processos;
  • Analisar as consequências dos riscos, principalmente em incêndios, explosões e vazamentos;
  • Confrontar opiniões, pontos de vista e teorias na elaboração dos programas e projetos;
  • Reconhecer área, recursos e fluxos dos locais de trabalho;
  • Estabelecer relação entre satisfação e desempenho para a análise motivacional;
  • Identificar os equipamentos e instalações como fator de perdas;
  • Analisar e avaliar as perdas de um sistema;
  • Identificar variáveis relevantes em processos e procedimentos;
  • Conhecer e identificar os elementos de um plano de emergência;
  • Dimensionar e especificar os recursos materiais e humanos necessários para os planos de emergência;
  • Planejar e organizar o trabalho de modo que as emergências sejam contornadas num período curto de tempo;

Organização Curricular

O Curso Técnico de Segurança do Trabalho ocorre no período noturno, é desenvolvido em regime semestral, matrícula por disciplina, com duração de 2.220 (duas mil duzentas e vinte) horas.

O estágio de formação na empresa é supervisionado e obrigatório, realizado de forma paralela ao curso, a partir do último semestre, ou após a conclusão das disciplinas, observando o mínimo de 720 (setecentas e vinte) horas.

O Curso Técnico de Segurança do Trabalho tem caráter generalista. É constituído de uma parte voltada para as ciências, desenvolvendo competências básicas e outra voltada para as tecnologias, desenvolvendo competências específicas.

Corpo Docente

Coordenação do Curso: José Eduardo Stoffel

Supervisão Pedagógica: Eliane Maria Santos Rockenbach

Orientação Educacional: Maria Gladionice Pedrasini

Professores

Amaury Silva Júnior – Gestão Ambiental

Daniel Marcos dos Santos – Psicologia das Relações do Trabalho

Elisete Frey Kieling – Saúde Ocupacional III e Toxicologia

Gilberto Luis Viana – Segurança do Trabalho I; Legislação Aplicada I e II

Inaciane Teixeira da Silva – Comunicação e Expressão

José Eduardo Stoffel – Segurança do Trabalho II e III; Prevenção e Controle de Emergências I

Luiz Henrique Ferreira – Segurança do Trabalho IV; Expressão Gráfica

Marita Beatriz Konzen – Organização do Trabalho

Marlene Christel Grams Teixeira – Saúde Ocupacional I e II

Sérgio Corbellini – Higiene Ocupacional I e II; Prevenção e Controle de Emergências II; Ergonomia; Gestão de Riscos e Auditoria

Horários 2020-2 das grades curriculares (nova e antiga) + Estrutura Curricular contendo seus pré-requisitos

Em desenvolvimento

Venha estudar na Liberato

A Liberato oferece oportunidade de crescimento pessoal e profissional por ensino de qualidade, com ênfase na pesquisa e inovação, além de atividades culturais e esportivas.

O ingresso na Fundação Liberato para todos os cursos, exceto Cursos de Extensão, se dá exclusivamente através de processo seletivo. A prova envolve questões de língua portuguesa e matemática e uma proposta de redação. A prova de seleção para o diurno exige a leitura obrigatória de um livro, indicado pela banca.

Tenho interesse